sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Poetando (6)

Mensário biográfico

José Antônio Silva


Nasci como um peixe, no rio de janeiro
Nadei contra a corrente, já em fevereiro
Em março, fora da água, um primeiro passo
Rumar para o sul, em abril, me serviu
Em maio arrisquei tudo – um ensaio
Mês de junho assinei casório, do próprio punho
Caí em julho, virei lixo, um entulho
Em agosto me levantei – e na carreira subi de posto
Descasei em setembro; mas da tristeza nem lembro
Me traz esperança outubro, é o que descubro
Do clube do amor voltei a ser membro, era novembro
Dezembro? Dezembro me torna menino:
do rio eu relembro.

3 comentários:

Alf disse...

Grande Zé,mestre poeta e proseiro!

Fraga disse...

Clap, clap, clap!

Analia disse...

Ô Zé, que lindo poema. Amei!