quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Poetando

Quem resiste


José Antônio Silva


Em toda tragédia ou massacre

na terra revolvida

alguém geme ou tosse

um olho ainda pisca

um dedo se move.


O socorro corre:

sempre se chama Vida

a quem resiste

e não morre.


Nenhum comentário: