domingo, 1 de agosto de 2010

Balaiada Hightech - V

Labirinto

José Antônio Silva

O mistério da primeira vez

o segredo obtuso de cada rês

a rotina quebrada de todo o mês

o arabesco no cérebro, sob o fez

a fé que se insinua, quando não crês.



Em tudo

o labirinto onde andas.

Mas nunca o vês.

(in LÁ VEM O QUE PASSOU, SMC-Porto Alegre, 1995)

.................................................

Bad book

Há livros para todos os gostos

e alguns para nosso desgosto

- estes porém nos traduzem

quando tombamos na rua

quando perdemos o posto

..............................................

Armazém

Inconsciente

é o armazém das idéias

de toda a gente

..............................................

Da imprensa:

“Transgênico já é obsoleto”.

Cá entre nós:

Natural é sempre absoluto.

.............................................

Um toque em Braille

“Veja bem”... – dizia o cego frente ao microfone

.......................................

Universais cotidianos

Amor – Aquele que vem a nós, é claro

Esperança – Um dia há de chegar

Felicidade – Daqui há cinco minutos passa uma

Fraternidade – Meu pirão bem servido primeiro

Generosidade – E o que ganho em troca?

Honestidade – Mas foi só um pouquinho!

Igualdade – Com aquele ali?!

Justiça – O mundo é assim mesmo...

Liberdade – Demais atrapalha

Tolerância – Mas tem limite!

Verdade - Tem certeza?

Nenhum comentário: