terça-feira, 2 de março de 2010

Poetando

Quereres

José Antônio Silva

Quer dinheiro
o cofre vazio,
como quer um cão
a cadela no cio
- ou corrente
a calha do rio.


...............................

Quem?

José Antônio Silva

a pele da água
sustenta e exibe
o furo na malha.

és o peixe
que escapa?
ou o pescador
que falha?


....................


Nossas ilhas texanas

José Antônio Silva


Dois orgulhosos estados do Texas
em tamanho
formados por desprezado lixo plástico
borbulham e vagam
perdidos,
envenenando peixes
e silenciosamente
sufocam o mundo
como ilhas flutuantes no oceano
que apenas morre,
pacífico.

Mancha estética
de transparência esbelta
na visão satélita
- que se desmancha ao close
e se revela:
prosaicas garrafas pet
camisinhas com sêmen
outros sacos de leite
potes de todos os feitios
embalagens
sacolas de compras.

Crianças,
reparem bem nessas ilhas,
a visão é clara:
o tamanho é o do Texas
mas ah
elas têm
elas têm a nossa cara!


Um comentário:

Anônimo disse...

grande poema
santiago